Mudanças que virão com o E-social e como está nossa preparação para essa mudança

7 jul
facebooktwittergoogle_pluslinkedin

O eSocial exigirá das empresas, órgãos públicos e demais empregadores revisão nos seus processos, no cumprimento de prazos, alimentação de novos campos no sistema, revisão das parametrizações de verbas com incidência de INSS, de IRRF e de FGTS.

Criar novos procedimentos internos ou revisar os existentes para ver se atendem e se possibilitam cumprir todos os prazos e obrigações que deverão ser observados quando da entrada do eSocial.

A sugestão é que se crie uma equipe responsável pela implantação do eSocial, pela revisão dos processos, pelo cumprimento de prazos, pela revisão de cadastros, entre outros aspectos. Essa equipe deverá ter um líder com o papel de envolver os gestores no processo e apresentar o eSocial a eles.

É muito importante que os gestores saibam o que é o eSocial e quais as implicações para a entidade. Por que para que o eSocial possa funcionar adequadamente deverá haver adaptações nos sistemas, compras de equipamentos (se necessário), criação de novos fluxos de trabalho, processos, etc… Para tudo isso serão necessários recursos financeiros, recursos humanos, treinamento e capacitação.

65652

Talvez até a contratação de uma consultoria especializada para auxiliar na implantação do eSocial e acompanhamento dos primeiros passos.

Solicitem aos seus gestores que acompanhem como as empresas de informática estão tratando o eSocial, se teremos o sistema disponível para em setembro de 2015, quando está previsto o início dos testes do eSocial, para verificar o que é necessário fazer ainda para recepcioná-lo, tanto em termos de sistema, como em termos de cadastros.

Vamos nos preparar, e isso começa agora, não podemos deixar para a última hora.

Texto produzido por:
Luis Fernando Ramos, Consultor IGAM e Contador – CRCRS 47.524

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *