Cursos
(51) 3225-5719
Assessoria
(51) 3211-1527
(51) 99844-0441
(51) 99884-7841

Noticias



04/12/2017

Manual do TCE orienta atuação do controle interno nos órgãos públicos do Paraná

Está disponível, no portal do Tribunal de Contas do Estado do Paraná na internet, a cartilha Diretrizes e Orientações sobre o Controle Interno para os Jurisdicionados. O manual detalha os conceitos e aspectos legais, princípios e diretrizes aplicáveis aos sistemas de controle interno, obrigatórios por lei em todos os órgãos públicos, para cumprir os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, previstos no artigo 37 da Constituição Federal.

"Com um controle interno efetivo, a administração pública garante à sociedade que os recursos públicos estão sendo aplicados de forma eficiente e nos termos previstos nas leis e regulamentos, além de contribuir com o controle externo, executado pelo Tribunal de Contas, e o controle social, exercido pelo cidadão", afirma o presidente do TCE-PR, conselheiro Durval Amaral. O Relatório do Controle Interno é um dos documentos que integram a prestação de contas anual dos órgãos jurisdicionados analisada pelo Tribunal.

A controladora interna do TCE-PR, Ely Célia Corbari, responsável pela conteúdo técnico do manual, enfatiza que, embora comandado por uma unidade específica, o exercício do controle interno não é atribuição exclusiva dessa estrutura e deve ser exercido internamente, por todos os componentes das unidades que compõem a organização, independentemente de nível hierárquico. "A função essencial do sistema de controle interno é verificar se existem controles nas diversas fases do processo administrativo, se são eficientes e propor medidas e desenvolver sistemas para aperfeiçoá-los", defende Ely Célia.

O controle interno deve estar ligado ao dirigente máximo da instituição e ter caráter orientador e preventivo, com o objetivo de mitigar riscos e melhorar processos. Deve ser exercido com independência, sem sujeição a pressões políticas, por servidor efetivo que ocupe o cargo por tempo definido.

 

 Unidades de controle interno

Com 50 páginas, o manual reúne informações sobre as normativas que regem a matéria em âmbito nacional e também no TCE-PR, com resumo de decisões colegiadas em processos de consulta com força normativa sobre o tema. Também aponta os princípios que devem embasar a implantação e os critérios de atuação das unidades de controle interno (UCIs).

Outros pontos que o manual aborda são as prerrogativas e impedimentos dos ocupantes de cargos nas UCIs, a estrutura recomendável para a implantação e modos de aperfeiçoamento do sistema de controle interno, com técnicas para a elaboração do Plano Anual de Auditoria Interna.

Dois apêndices completam o manual. O primeiro enumera os controles a serem observados pelo sistema de controle interno em todas as unidades administrativas do ente público. O segundo apêndice propõe um modelo de avaliação dos controles internos desse ente, de acordo com metodologia Coso, desenvolvida pelo Comitee of Sponsoring Organizations of Tredway Comission. Criada em 1985, essa entidade internacional ligada ao setor privado busca combater fraudes com a melhoria da qualidade dos relatórios financeiros.

http://www1.tce.pr.gov.br/noticias/manual-do-tce-orienta-atuacao-do-controle-interno-nos-orgaos-publicos-do-parana/5348/N



Outras Notícias




SOBRE O IGAM

Somos uma instituição que atende a órgãos e entidades públicas de todo o país nas áreas jurídica, contábil e de gestão pública. Desde 1992, construímos conhecimento para o alcance da eficiência governamental e parlamentar.

Aplicativo IGAM iPhone Aplicativo IGAM para Android

Gestão Pública IGAM Publicações IGAM Acessibilidade

NEWSLETTER

Inscreva-se para receber novidades e informações do IGAM.


ONDE ESTAMOS

Rua dos Andradas, 1560 - 18º andar - Galeria Malcon - Centro
Porto Alegre RS - CEP 90026-900

Clique aqui para ver um mapa de nossa localização.

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta, das 9:00 as 17:30



O IGAM, fundado em 1992, possui como sócios-diretores Paulo César Flores e André Leandro Barbi de Souza. O quadro funcional é composto por colaboradores efetivos altamente especializados nas áreas jurídicas, de contabilidade, administração e com vivência prática em suas áreas de atuação. O produto de trabalho do IGAM é o conhecimento e a informação para os gestores, parlamentares e técnicos da administração pública, disponibilizados por vários canais: periódicos, newsletters diárias, esclarecimentos por telefone, fax, internet ou pessoalmente, cursos para órgãos públicos presenciais e, ainda, atendimento a demandas específicas do órgão ou entidade governamental. Fundo especial de natureza contábil para construção da sede do Poder Legislativo municipal | Escreva o que vai fazer, faça o que escreveu e confira o que fez. | A Desvinculação de Receitas de Estados e Municípios (DREM) | Quem pode exercer cargo ou função no controle interno? | Os Poderes Executivo e Legislativo municipal podem ter sistemas de contabilidade e orçamento de diferentes fornecedores? | | Sitemap
Agencia Digital | Desenvolvimento de Sites | Marketing Digital